Pages

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

...







A gente é muito parecido e muito diferente
Não tanto pelo “não poder”, é mais pelo “não dever”
Que tenho me mantido a uma distancia confortável
Dentro de mim eu sei bem que não sirvo pra vc
Temos uma amizade agora, uma cumplicidade
Arrisco a dizer que acabei por te dar um pedaço de mim sem perceber
Porem esse pedaço é recheado de amizade, de companheirismo
E não de sentimentos que a natureza do gênero impõe...
Embora essa ligação exista, ainda há um lado em mim que vc não conhece
O lado que ama o distante e despedaça o que pretende se manter perto
E eu não ouso me recomendar a uma pessoa doce como vc
Por que depois de mim vc pode não ser mais o mesmo comigo
Pq eu descarto as pessoas como peças de xadrez
E isso é involuntário
E o que posso esperar de vc é nada mais que:
Seja eterno, sem ruídos, sem dores e intensamente vivido sem cobranças
Como devem ser as coisas que foram feitas pra durar.

6 Leram e gostaram!:

Tânia T. disse...

"Seja eterno, sem ruídos, sem dores e intensamente vivido sem cobranças"

Acho que no fundo é disso que todos nós precisamos que outra pessoa seja.

texto profundo.


bjuuu

http://fofocast.blogspot.com

Ana Paula [Quase noiva, sempre nerd] disse...

ai ai ai, adorei seu textos... aliás, eu gosto quando seus textos são intimistas ...
parabéns querida!

Jeniffer Yara disse...

Ahh simplesmente amei. Intenso e totalmente sincero *-*

Beijos

@iamaburguesinha disse...

"ainda há um lado em mim que vc não conhece
O lado que ama o distante e despedaça o que pretende se manter perto"

isto foi muito minha vida. Amei tua escrita (:

Debbys disse...

complexo e profundo...
bjsss

Thiago Brito disse...

Poxa, que texto incrível, muito bom mesmo,encantado com a beleza do Blog, gostei bastante e me identifiquei muito com os textos, parabens mesmo
Estou a seguir-te
Quando puder dá um passada la no meu Blog e vê o que acha ;P
http://essenciaego.blogspot.com/

Um abraço Apertado

Pesquisar este blog

Estatísticas